03 Abril 2013Acessos: 2496

Desidratação e Insolação

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 0.00 (0 Votes)

Dois dos principais problemas causados pela exposição a altas temperaturas em atividades físicas, a desidratação e a insolação podem ser evitadas, saiba mais.

A desidratação compromete as funções vitais do organismo, prejudicando não só o desempenho físico, por causa da fadiga precoce, mas também os processos metabólicos. Com a redução de líquido no corpo, o sangue fica mais espesso, a pressão arterial cai, os rins, fígado e coração passam a ter seu funcionamento prejudicado. Em estágios mais severos, ocorre perda de coordenação, confusão mental e até a morte.

Isso se dá porque o corpo perde não só água, mas também sais minerais, quando exposto ao sol. A quantidade varia muito, principalmente pela intensidade da atividade e pela característica de cada indivíduo suar mais ou menos.

Em casos de emergência a pessoa pode, e deve, fazer uso do soro caseiro para repor os sais minerais perdidos durante uma travessia ou trekking mais longo. 

Os principais sintomas da insolação são falta de ar, dor de cabeça, elevação da temperatura corporal, pele quente, incapacidade motora, náuseas e tonturas. Para evitar, é preciso sempre usar protetor solar e bonés, manter-se hidratado e priorizar roupas com tecidos que facilitem a transpiração, importante também, é procurar sombras para descançar e diminuir a temperatura corporal.

Fique atento aos sinais de advertência da desidratação e não espere para suprir os líquidos e sais perdidos:

  • Dor de cabeça
  • Fraqueza
  • Fadiga
  • Vertigem
  • Irritabilidade
  • Cãibras musculares
  • Tontura
Adicionar Comentário